Blog > Do Cabaret Maxime pro’chão 🤦‍♂️

Do Cabaret Maxime pro’chão 🤦‍♂️

saxofonista ricardo branco, evento corporativo no petit palais, festa da galp energia

 

Viva pessoal!

Bem, começo já por vos dizer que tenho andado exausto com tanto trabalho, mas genuinamente feliz por ver como as pessoas se divertem comigo, onde quer que eu toque as reacções são sempre positivas 🙏

 

Só para manter a tradição, esta semana atuei nalguns sítios que nós já bem conhecemos, tal como o Petit Palais – onde atuei, dia 29, numa festa privada para a Galp a nível internacional – e no sábado no Myriad. Ainda no sábado toquei no Leroy Merlin de Alfragide, que brindou os seus clientes com música por ser o maior dia de vendas do ano! O DJ Karlos Antunes esteve lá comigo, e mais uma vez a animação esteve garantida.

Não sou ator, mas a verdade é que fui convidado a fazer um casting para uma curta-metragem, em que tinha que representar lendo um texto em francês e tocar saxofone. Ainda não sei dos resultados mas valeu pela experiência, e não estou muito preocupado com isso. Qualquer que seja a experiência, ela é sempre enriquecedora e se voltar a acontecer mais alguma coisa do género já tenho uma ideia do que posso esperar.

A segunda parte remete para a história que agora vos vou contar. No dia 30, sexta-feira, A Whitesax Events teve o prazer de voltar a trabalhar com o Diogo Duque – O melhor trompetista improvisador que este país já viu – na reinauguração do hotel Maxime, na Praça da Alegria em Lisboa. Começámos por tocar, cada um numa janela do hotel, enquanto as pessoas entravam. Um cenário meio anos 30… O conceito estava genial, até porque dava a ideia de que éramos músicos a ensaiar nos seus quartos antes do espectáculo. Parabéns ao Roger Mor e á sua equipa! Num segundo act incorporámos e representámos com as cantoras e bailarinas do espectáculo. Foi interessante, porque os próprios artistas do cabaret não costumavam atuar com músicos ao vivo, por isso também para eles foi enriquecedor.

 O hotel está com ar fantástico e super arrojado, e os quartos com um toque meio burlesco. Foi muito boa a energia! Melhor do que a atuação, só mesmo as ostras 😂

Acontece que depois do Maxime toquei no bar Set Copos, na Malveira. Estava tudo a correr muito bem, quando dou conta que me esqueci da roupa e dos imprescindíveis ténis com que ia tocar, numa mala na garagem de minha casa. Como não tinha outra opção, acabei por ter atuado com a roupa e os escusados sapatos do cabaret Maxime. Um fato e uns sapatinhos daqueles espectaculares. A verdade é que tinham tanto de engraçados como de escorregadios… E eis que mandei um grande um “espalho” no chão, de certeza que deve ter deixado toda a gente muito animada (menos a mim!), que por momentos tive de parar de tocar porque para além de estar aleijado num dedo, também o meu saxofone caiu ao chão e já não soava muito bem. Mas passado um pouco, o dedo deixou de sangrar e consegui dar um jeito ao saxofone, e assim acabar a atuação. Mas de qualquer das formas, mesmo com estes imprevistos, a noite revelou-se bastante agradável!

Para terminar a minha semana em grande, toquei no hotel The Oitavos com os meus queridos Black Mamba em acústico e correu muito muito bem. Curti! Eles tinham muitas histórias de Amesterdão, do tempo que lá estiveram por isso tínhamos muitos motivos para conviver. A aceitação do público foi geral.

O Oitavos é, na minha opinião, o melhor hotel de Cascais! Grandioso com linhas modernas. Gosto bastante! E outra história engraçada acontece quando um rapaz que lá estava vem ter comigo e me diz “tu estiveste a tocar no meu casamento há 8 anos, aqui no Oitavos!”. E quem era este senhor? Nada mais do que o atual dono do hotel. E fiquei contente por ele me ter reconhecido e de ter tido a simpatia de o ter demonstrado, e por eles continuarem juntos e felizes.

No último da semana, domingo, atuei com os Música a Preto e Branco no Club da Praia. Era um almoço onde estava a acontecer também uma festa de aniversário, e nós exaustos do fim de semana! Falando por mim (aquela era a minha oitava atuação em 4 dias!) … E a seguir, nova atuação outra vez no Mercado Saloio, para ser a cereja no topo do bolo!

Caso se estejam a interrogar se para além disto ainda estou a fazer mais alguma coisa, a resposta é sim!! Neste momento estou em ensaios para o grande concerto do Rui Veloso, no dia 8 no Campo Pequeno. Estão todos convidados!

Até já! *

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This